som da aura:

Em 2011, Hermeto Pascoal esteve em Brasília para oferecer uma oficina de música. Disse: 

"Quando criança, ouvia minha mãe conversar com as amigas. Eu observava e dizia: 'olha! elas estão cantando!'. A música que faço tem influência dos sons que observo. Quando as pessoas falam, para mim, elas estão cantando, isso significa o som da aura"

Depois da oficina, o procurei para mostrar um exercício de som da aura que eu tinha escrito: um piano acompanhando a melodia da fala de um personagem de Hermes e Renato

Abri o vídeo no celular e mostrei pro Hermeto. 

A reação dele me surpreendeu: fez careta, desgostou do excesso de xingamentos gritados pelo personagem de Gil Brother.

Disse que "nós músicos temos um dom que deve ser usado pra espalhar pro mundo o que há de melhor da vida, e não esse tanto de palavrão". 

Hermeto mais uma vez redefiniu pra mim as fronteiras da potência criativa. 

Desde ent˜ão, procuro traduzir em meus sons da aura as ressonâncias imaginativas da fala e dos demais sons: seja numa família encontrando Deus num cavalo branco à beira do rio; seja na minha sobrinha demonstrando que se canta antes de se aprender a falar; seja ao evidenciar que a fala de Jackson do Pandeiro é uma das mais melodiosas que já ouvi; seja ao ressaltar como musical a fala de uma senhora questionando um presente.

 

 

CONTACT

info@my-domain.com  / 123-456-7890

  • White Instagram Icon
  • White Facebook Icon
  • White Tumblr Icon
  • White Pinterest Icon

© 2023 by Benjamin Diaz Photography.

Proudly created with Wix.com